terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Competição com Razão.

Os automóveis alemães, têm quase sempre a razão e a racionalidade do seu lado, quase sempre são robustos, quase sempre são confortáveis, quase sempre têm qualidade para durar uma vida, mas nem sempre conseguem transformar a simples deslocação diária na viagem das nossas vidas.
E se fosse possível juntar todas estas sensações num único veiculo, hoje em dia, trata-se de um desejo realizável, basta deslocar-se a um stand de vendas da marca da Baviera e fazer um test drive ao Novo BMW série 3, se é um daqueles que não pode viver se um diesel, teste o 320D, se é um purista da velha guarda, então meu amigo experimente uma das versões a gasolina, que não se arrependerá de o ter feito.

Observado do lado de fora é...
Um BMW, o seu perfil não engana, nem mesmo o apreciador mais distraido, os seu genes estão lá todos, a berlina alemã que faz parte do imaginário de muitos e da realidade de alguns continua a seduzir. O seu aspecto robusto demonstra a sua força, é um bólide que não quer apenas sê-lo quer também parece-lo, ao observar mais esta criação da Baviera, temos a sensação de estar na presença do carro da equipa BMW no WTCC (é claro que nestas coisas dos carros a imaginação também ajuda muito a realizar sonhos)

O interior é...
Construído com qualidade? Sim. Confortável? Também. Tem na sua qualidade e conforto aquele toque típico de desportivo? Tem, mas, existe sempre aquele "mas", podia ter mais, "mas" se fosse mais desportivo estava a por em causa os seus genes alemães e isso era, a mesma coisa que o Benfica jogar de verde ou o F.C Porto de vermelho e isso são coisas que nunca aconteceram.
No geral um automóvel alemão há-de seguir sempre o propósito para que foi feito. Andar depressa? Sim. Com o máximo de conforto e segurança? Claramente.
É claro que nos sentimos muito bem no seu interior, o seu toque é sensível, a posição de condução perfeita, e no geral a sua ergonomia está perfeitamente adequada, sentamo-nos numa posição baixa, como um verdadeiro desportivo e conseguimos sentir a fortaleza que é este habitáculo, assim, como estamos rodeados pela verdadeira engenharia alemã, sentimos a confiança necessária para ligar o motor e entrar directamente numa corrida de WTCC.

Comportamento.
Existem momentos em que só nos apetece sorrir, e ir ao volante deste automóvel desperta em nós essa vontade de mostrar o nosso sincero contentamento, mesmo que parados em algum semáforo, os restantes automobilistas pensem que somos mais um a rir de mais uma piada dita por algum comediante num qualquer programa da manhã, mas isso seria de todo impossível, porque até tenho o rádio "off", assim como todos os sistemas de controlo que possam retirar prazer à minha humilde condução.
A liberdade é tanta que conseguimos realmente observar a verdadeira qualidade dinâmica do chassi da berlina alemã, que nos permite tirar todo o partido do motor 320d made in Baviera, voltando a colocar todos os meios de civilização na posição "on", deparamo-nos com uma verdadeira sensação de segurança e livres para iniciar qualquer viagem com a maior das tranquilidades.
Dados lançados.
Equipado de série com 6 air-bags, pré tensores limitadores de força nos cintos dianteiros e traseiros, conta ainda com ABS, EBD+CBC e controlo de estabilidade que pode ser desligado em duas fases, graças ao botão DTC.
Motor.
Trata-se de um 1995c.c a diesel com 177cv de potência 340Nm, 225km/h de vel. máxima e demora 8.3seg. dos 0 aos 100Km/h, injecção directa common rail e tracção traseira.

1 comentário:

Dialógico disse...

Os alemães dão Cartas na indústria automóvel e o BM já nos habituou à qualidade.

Já agora há novidades no Série 3?

Um abraço ao autor deste Blog.

Luís Mourinha